Como clarear o ânus: conheça as técnicas

Início/Clareamento Íntimo/Como clarear o ânus: conheça as técnicas

Como clarear o ânus: conheça as técnicas

Tem coisa que nos incomoda, mas não temos coragem de contar para ninguém, não é mesmo? Algumas situações nos deixam constrangidos, a exemplo do escurecimento do ânus. Esse assunto é tão íntimo e tão pouco falado, que nem todo mundo sabe como é normal. E até mesmo a vontade de clarear o ânus.

Tão normal que o Google registra mais de 8 mil pesquisas por mês para o termo “como clarear o ânus”. A procura pelo clareamento das partes íntimas aumentou consideravelmente nos últimos tempos, seja por mulheres ou por homens, especialmente os da comunidade LGBTQ.

A cantora Azealia Banks tem uma marca de sabonetes com esse objetivo, mas vem sofrendo reclamações de clientes que sofreram danos na pele devido ao uso.

Para que não fique nenhuma dúvida sobre o assunto, preparamos esse post completinho para você!

 

Escurecimento do ânus: por que ocorre

Para saber como clarear o ânus, é preciso entender os motivos pelos quais o escurecimento dessa região íntima ocorre. Veja os principais fatores que contribuem para isso:

  • A região possui muitas dobras e está em constante atrito. Isso estimula a produção de melanina que, por sua vez, provoca o escurecimento da pele. Essa hipótese é muito comum em atletas, como os ciclistas, que estão sujeitos a mais atrito do que o normal;
  • As alergias, inflamações e infecções na região, assim como a micose causada por fungos, agridem a pele e fazem com que o organismo responda para protegê-la, o que também ocasiona o escurecimento;
  • O envelhecimento celular também é motivo para que a região escureça com o passar dos anos;
  • A depilação pode causar pelos encravados que inflamam ou alergias que resultam no escurecimento da pele da região.
  • Uso de alguns suplementos esportivos.

 

Formas de prevenção

A produção e o acúmulo de melanina na região do ânus pode ser um fator natural ou provocado, conforme mencionamos anteriormente. Por isso, é preciso identificar qual a causa do escurecimento para pensar em como prevenir.

Por exemplo, o atrito pode ser causado pelo uso de roupas muito apertadas, que possuem tecido mais rígido, como o jeans. Calcinhas ou cuecas com tecidos sintéticos também podem causar incômodo na pele da região. A depilação frequente com cera ou gilete precisa ser evitada, o que pode acontecer por meio de outros métodos de depilação, como o laser, que evita a irritação constante e periódica da pele.

Diante da causa, é preciso pensar em mudar os hábitos que podem ajudar a não intensificar ainda mais o problema.

 

Eficácia das receitas caseiras

Se você quer saber como clarear o ânus e já ouviu alguma amiga ou amigo comentando que fez uma receita caseira maravilhosa para isso, provavelmente se sentirá confiante para testá-la. Mas muito cuidado com as receitas provenientes de fontes não confiáveis. Não que sua amiga não seja confiável, mas o melhor é procurar um profissional para atestar sua eficácia.

Existem cremes, por exemplo, que as pessoas utilizam, porque deu certo com “fulano”. Mas cada pele reage de uma forma, e há substâncias e frutas que não podem ser utilizadas na pele da região íntima, já que ela não possui a mesma quantidade de glândulas e a mesma qualidade da pele do rosto. O resultado pode ser desastroso: queimaduras, dermatite de contato ou irritações podem ocorrer com o uso de limão e ácidos, por exemplo.

 

Como clarear o ânus: principais tratamentos

Existem formas seguras para clarear o ânus e melhorar sua aparência. O primeiro passo, claro, é procurar um dermatologista de sua confiança para analisar o caso e indicar o melhor tratamento. Ele deve acolher todas as suas queixas, avaliar seus hábitos e ser sincero quanto às expectativas de cada tratamento. Veja os principais.

Cremes e ácidos

Cremes que possuem hidroquinona (Clariderm, Claripel e Solaquin, por exemplo) e ácidos como kójico, fítico e fólico são substâncias clareadoras que podem ser utilizadas na região íntima. Apesar disso, essas substâncias possuem ação mais lenta e um resultado menos eficaz quando as comparamos ao laser.

É preciso se atentar aos cremes com hidroquinona, porque eles não precisam de receita médica. Isso não quer dizer que os interessados devem comprar e usar indiscriminadamente tais substâncias.

O uso prolongado e incorreto pode causar queimação, irritação e manchas em algumas regiões do corpo. Ou seja, o efeito reverso do que se pretende. O ideal é que tenha acompanhamento médico para tomar as devidas precauções e orientações.

Peeling íntimo

O peeling íntimo é um tratamento realizado por meio de associação química dos ácidos retinóico, mandélico e glicólico. De acordo com o tipo e a cor de pele do paciente, e com os fatores que o paciente deseja amenizar, o médico realiza combinações diferentes desses ácidos.

Esse procedimento indolor promove a despigmentação da região aplicada. Ele causa uma descamação, melhorando a mancha e estimulando a produção de colágeno no local. O número de sessões varia para cada paciente e leva em consideração o tipo de pele, a pigmentação, tamanho da região em que será realizado o peeling íntimo. E não se permite a realização consecutiva de sessões, sendo necessário esperar ao menos um mês entre elas.

Laser

Para clarear o ânus de forma rápida, indolor e eficaz, o laser é melhor tratamento. Não à toa ele é o mais famoso e procurado nos consultórios médicos. Sua aplicação na região íntima estimula a produção de colágeno, gerando a renovação celular da pele, o que contribui diretamente para seu clareamento. É um método que dá resultados altamente satisfatórios e rapidamente perceptíveis.

A melhor notícia para quem deseja realizar o tratamento a laser para clarear o ânus poderia ser que ele não provoca dor. Mas o melhor é que o tratamento a laser faz uma remoção superficial do tecido sem causar ferimentos ou irritações, o que pode ocorrer com o uso de cremes ou peeling íntimo.

Obviamente, para ter um bom resultado, é preciso que o tratamento para clarear o ânus seja realizado por médicos especializados, como dermatologistas ou ginecologistas.

 

Agora que você sabe como clarear o ânus, procure um profissional ou uma clínica especializada para tratar o escurecimento da região. Não se esqueça que o local é muito vascularizado e suscetível a ferimentos e irritações, motivo pelo qual é preciso dobrar o cuidado na hora de determinar o melhor tratamento.

Procure indicações e pesquise reputações antes de realizar o clareamento íntimo. E se você também sofre de escurecimento vaginal, não se preocupe. Já falamos no blog sobre o tema!

Quer conhecer mais como o laser atua no combate ao escurecimento íntimo? Veja como funciona o Laser ATHENA!

Dra. Alice Jaruche Nunes

Dra. Alice Jaruche Nunes

A dermatologista Alice Jaruche Nunes atua na Clínica Alice Jaruche Dermatologia, em São Paulo, SP. Seu contato é (11) 3090-4092 ou pelo site www.alicejaruche.com.br.

Sua formação inclui:

- Formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP);
- Residência médica em Dermatologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP);
- Possui título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia;
- Pós-Graduação em Cirurgia Dermatológica pelo
- Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).
Dra. Alice Jaruche Nunes
By | 2018-10-30T17:42:45+00:00 06/12/2017|Categorias: Clareamento Íntimo|Tags: , |Comentários desativados em Como clarear o ânus: conheça as técnicas