Dor na vagina na gravidez, o que pode ser?

Início/Sintomas e Cuidados/Dor na vagina na gravidez, o que pode ser?

Dor na vagina na gravidez, o que pode ser?

A gravidez é um momento especial para muitas mulheres. O ato de gestar uma nova vida é inacreditável, mas nem a beleza tira as dores comuns deste período. Algumas são consideradas normais, enquanto outras acendem o sinal amarelo e precisam de acompanhamento médico. E a dor na vagina na gravidez? O que pode ser? Falamos um pouco das dores comuns e do que pode ser feito para amenizá-las!

Dores comuns durante a gestação

Dores na barriga

Já sentiu uma dor na região no estômago? No mês seguinte ela sumiu e deu lugar à dor na região pélvica? As dores na barriga são comuns na gestação por vários motivos. O primeiro deles são as alterações do útero, que é um órgão bastante elástico que incha conforme a gravidez evolui. Nesse momento, surgem as temíveis cólicas e os incômodos.

Passada essa fase inicial, as dores na barriga aparecem pelo afrouxar dos músculos e pelo deslocamento dos órgãos dentro do corpo, que se ajeitam para dar espaço ao útero em expansão e ao bebê. Esse relaxamento intenso da musculatura ocorre para acomodar o novo peso da mulher. E isso provoca a dor mais embaixo, próximo à virilha, nas laterais e na região pélvica.

Dor na vagina na gravidez

Se você sente dor na vagina na gravidez, a princípio não precisa se preocupar. É uma sensação de pontadas? Se sim, ela decorre do peso da gestação. Pode ser um sinal de que o bebê está encaixando ou está exercendo uma pressão com seus movimentos.

Outra dor na vagina na gravidez pode decorrer do inchaço na região, que é uma alteração comum e normal. Essa sensação de vagina quente, com os lábios maiores, se dá pelo aumento da circulação sanguínea no local. Neste caso, fique atenta para ver se o inchaço não veio acompanhado de corrimento ou de coceiras.

Como amenizar essas dores

A primeira medida que uma mulher com dor na vagina na gravidez deve adotar é se consultar com o médico. Ele será capaz de avaliar a situação para saber se as dores são comuns, próprias do período, ou se há algo que demanda mais atenção. Ele poderá indicar alguns tratamentos para minimizar ou acabar com o desconforto, como:

  • Anti-inflamatórios ou analgésicos: a mulher grávida nunca deve se automedicar, pois muitos remédios são contraindicados para gestantes. Esses medicamentos combatem dor e inflamação.
  • Fisioterapia: mulheres que sentem dores na virilha e na região pélvica podem ter indicação para realizar fisioterapia, que melhora a função muscular, age nos músculos do quadril e restabelece o equilíbrio na região pélvica.
  • Exercícios físicos de baixo impacto: a atividade leve fortalece os músculos das costas e o assoalho pélvico. Alongamento, hidroginástica e massagens são indicadas. As atividades na água ainda auxiliam a suavizar os impactos e os movimentos das articulações.

A dor na vagina na gravidez e as outras dores comuns durante o período aparecerão. Mas a mulher deve ficar atenta aos sinais do seu corpo para perceber se elas são, de fato, comuns. Na dúvida, consulte seu médico.

Outras dúvidas sobre a saúde íntima feminina podem ser solucionadas em outros posts do nosso blog. Navegue.

Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

A ginecologista Valéria do Lago Pareja Guerra atua na Clínica Valéria Guerra, que fica em Dourados, MS. Seu contato é (67) 3422-3703. Também é possível entrar em contato pelo celular ou Whatsapp no número (67) 99972 1216.
Ela oferece o tratamento íntimo com LASER ATHENA.

Sua formação inclui:

- Medicina pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná
- Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná
- Titulo de especialização em Ginecologia e Obstetrícia - Mato Grosso do Sul
- Formação em Videolaparoscopia Ginecológica
- Pós-graduação em Medicina Estética pela Fundação de Apoio a Pesquisa e Ensino em parceria com a Faculdade de Ciências de São Paulo FAPES/ FACIS
- Docente do Curso Médico de Cosmetoginecologia Gynelaser - Brasília DF
Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra
By | 2018-10-18T10:43:34+00:00 18/10/2018|Categorias: Sintomas e Cuidados|Nenhum comentário

Deixar Um Comentário