Intertrigo na virilha: por que acontece e como tratar

Início/Sintomas e Cuidados/Intertrigo na virilha: por que acontece e como tratar

Intertrigo na virilha: por que acontece e como tratar

O intertrigo na virilha é uma doença de pele que geralmente ocorre em regiões de atrito de pele. Nos termos mais populares, é conhecido como uma micose, que causa um incômodo muito grande na mulher, porém nem sempre é acometido por fungos, podendo ser acometido por bactérias e, às vezes, apresentar apenas a irritação da pele na área afetada.  Há também uma preocupação natural com essa sensação de ardor, coceira e queimação pela proximidade com a vagina. Veja os motivos que fazem o intertrigo na virilha aparecer, como prevenir e quais os melhores tratamentos.

Causas do intertrigo na virilha

O intertrigo na virilha é causado por uma combinação entre atrito da pele e umidade. Essa combinação de fatores pode ocasionar o desenvolvimento do fungo ou bactérias na região, que infecciona, de forma semelhante a uma irritação. Por se desenvolver no calor e na umidade, ele é comum em qualquer dobra da pele, e não só na virilha. Nuca, axilas, sob os seios e entre os dedos são locais propensos a aparecer.

Esse atrito pode ser causado pela fricção de roupas. A umidade prolongada do suor também é causa. Não por acaso, é uma queixa muito comum de mulheres de pernas grossas que usam vestidos. Mas são os homens os mais atingidos.

O intertrigo na virilha pode ser contagioso, já que ele pode passar de uma pessoa a outra pelo contato com roupa usada (como o compartilhamento de roupas íntimas) ou pelo contato direto com a pele. Não é uma doença contagiosa, exceto quando há uma infecção secundária por fungos ou bactérias.

Sintomas

Se você acha que está com intertrigo na virilha, pode confirmar com alguns sinais, como:

  • Está com coceira na virilha?
  • Apareceram manchas vermelhas, elevadas e escamosas, que podem conter bolhas?
  • As manchas têm extremidades afiadas mais vermelhas, e a parte central é da cor normal da pele?
  • Sua pele está anormalmente escura ou clara?

Esses são os sinais mais comuns para identificar intertrigo na virilha. Em geral, exames não são necessários, mas, se for o caso, é feita uma uma cultura ou uma biópsia de lesão da pele (raspagem da pele) para confirmar o diagnóstico.

Prevenção

Para se prevenir do intertrigo na virilha, é importante manter a região sempre limpa e seca, ter bons hábitos de higiene, não compartilhar roupas íntimas e evitar o uso de roupas justas ou com texturas ásperas (prefira as folgadas de algodão).

Se você costuma ter episódios frequentes, é interessante investigar como anda sua imunidade.

Melhores tratamentos para intertrigo

O tratamento para intertrigo deve ser indicado pelo médico dermatologista, que avaliará a duração e a gravidade da infecção, assim como a frequência com que ela aparece. Se aparecer uma infecção bacteriana junto, por exemplo, o uso de antibióticos é recomendado.  Em geral, usa-se:

  • Pomadas para assaduras;
  • Pomadas antifúngicas;
  • Soluções com antibioticos.

Mas, lembre-se, evite automedicação e busque seu médico!

O intertrigo na virilha é um problema que incomoda homens e mulheres e deve ser tratado por um médico especialista, para investigar as causas e evitar novas ocorrências. O importante é se preocupar em ter uma boa higiene e cuidados íntimos diários para evitá-lo!

Ainda com dúvidas? Deixe seu comentário!

Dr. Robson Cera

Dr. Robson Cera

CRM-BA 18508
Clínica Sermeca - Rua Thomaz Gonzaga, 29 - Pernambués - Salvador
Fone: (71) 3483-3030 ou 3483-3000
Whatsapp: (71) 99258-6877
Oferece tratamento íntimo com Laser Athena

Formação:
- Medicina pela UFAL - Universidade Federal de Alagoas
- Pós graduação em Dermatologia pela Universidade Gama Filho
Dr. Robson Cera

Deixar Um Comentário