Mau cheiro na virilha é normal?

Início/Saúde Íntima/Mau cheiro na virilha é normal?

Mau cheiro na virilha é normal?

Você tem mau cheiro na virilha? Se sim, certamente é uma ocorrência que te incomoda bastante, certo? Muitas mulheres sofrem com o odor na região íntima, mas saiba que existe um cheiro natural, que é normal. O alerta deve acender quando o cheiro estiver muito forte, o conhecido “peixe morto”. E é muito importante investigar as causas para preservar sua saúde íntima. Veja a seguir algumas considerações sobre o assunto!

Mau cheiro na virilha x odor natural da vagina

A vagina é um órgão que possui anatomia interna. Isso dá a umidade propícia para que microrganismos a habitem. E isso não é ruim. Eles fazem parte da composição do órgão, compondo a flora vaginal.

Cada mulher tem uma composição da flora diferente devido a seus hábitos (alimentação, atividades etc.), e há uma secreção normal que possui um leve cheiro. Ele pode, por exemplo, mudar de acordo com as fases do ciclo menstrual. Ou seja, cada uma de nós tem um odor natural da vagina. É normal.

O mau cheiro na virilha, porém, é uma alteração da flora vaginal. É um desequilíbrio desses microorganismos, que causa, além do odor forte, corrimentos e coceiras. É um sinal de que algo não está saudável. Neste caso, é preciso buscar ajuda médica.

Causas do mau cheiro na virilha

Mas por que o mau cheiro na virilha aparece? As causas mais comuns remetem a hábitos ruins que adotamos no dia a dia ou a algumas doenças da região íntima, como infecções.

Hábitos ruins

Durante nossa rotina, é comum usar roupas muito apertadas ou de tecido sintético (para ir à academia, por exemplo). E isso pode causar mau cheiro na virilha, assim como o uso excessivo de alguns produtos de higiene íntima. Veja alguns hábitos ruins que podem causar esse odor forte:

  • Roupa justa: impede a respiração da região, facilitando a impregnação de fungos e bactérias nocivos;
  • Higiene excessiva: ao retirar a proteção natural da região (pelos e secreções), os microorganismos que viviam em harmonia se proliferam desregradamente, causando doenças;
  • Higiene insuficiente: o suor e a secreção em excesso pode causar coceira e outras doenças que causam o mau cheiro na virilha;
  • Ducha vaginal: ela altera o equilíbrio da flora vaginal e pode causar microlesões.
  • Absorvente diário: ao abafar a região, o absorvente cria um ambiente propício para a proliferação de fungos e bactérias.

Infecções

Algumas infecções vaginais, como a candidíase, podem até não ter um odor forte, mas outras doenças têm como característica o mau cheiro na virilha.

A vaginose bacteriana (desequilíbrio da flora bacteriana vaginal), por exemplo, tem um corrimento com odor forte de peixe. A tricomoníase (doença sexualmente transmissível causada pelo parasita Trichomonas vaginalis) também.

Como evitar o mau cheiro

A ideia para evitar o mau cheiro na virilha é simples: tente manter a flora bacteriana da vagina saudável. Para isso, veja nossas dicas:

  • Use roupas mais larguinhas e feitas de algodão, inclusive calcinhas, pois favorecem a ventilação da região;
  • Faça a higienização normal durante o banho, com sabão de PH neutro e água morna;
  • Não higienize dentro do canal vaginal, porque a vagina é capaz de se autorregular;
  • Remova os pelos em excesso por meio de depilação da virilha. Na minha experiência clínica vejo que isso é muito eficaz para reduzir a umidade, já que cada pelo é acompanhado de uma glândula de suor. Menos suor, menos odor;
  • Evite usar absorventes diários, exceto no fim da menstruação.

 

Se você notou que está com mau cheiro na virilha, que não é o odor vaginal natural, procure seu ou sua ginecologista para identificar a causa.

Ainda tem dúvidas? Deixe seu comentário!

Tratamento Íntimo a Laser - Rejuvenescimento Íntimo

Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

A ginecologista Valéria do Lago Pareja Guerra atua na Clínica Valéria Guerra, que fica em Dourados, MS. Seu contato é (67) 3422-3703. Também é possível entrar em contato pelo celular ou Whatsapp no número (67) 99972 1216.
Ela oferece o tratamento íntimo com LASER ATHENA.

Sua formação inclui:

- Medicina pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná
- Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná
- Titulo de especialização em Ginecologia e Obstetrícia - Mato Grosso do Sul
- Formação em Videolaparoscopia Ginecológica
- Pós-graduação em Medicina Estética pela Fundação de Apoio a Pesquisa e Ensino em parceria com a Faculdade de Ciências de São Paulo FAPES/ FACIS
- Docente do Curso Médico de Cosmetoginecologia Gynelaser - Brasília DF
Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

Últimos posts por Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra (exibir todos)

By | 2019-03-20T10:22:57+00:00 17/11/2018|Categorias: Saúde Íntima|Nenhum comentário

Deixar Um Comentário