Como identificar e tratar micose na virilha?

Início/Sintomas e Cuidados/Como identificar e tratar micose na virilha?

Como identificar e tratar micose na virilha?

Tem coisa mais incômoda do que micose na virilha? Aquela sensação de queimação, ardor e muita, mas muita coceira. Saiba que existem diversas causas que provocam o aparecimento das micoses nesta região, como o compartilhamento de peças íntimas.

As micoses são infecções comuns provocadas por fungos, em geral encontrados em locais úmidos, quentes e com bastante queratina, como: couro cabeludo, dedos e a virilha.

Então, vamos te ensinar a identificar a micose, dar dicas de como tratar e prevenir. Vamos lá!

O que é a micose e quais as causas

A micose é um termo geral utilizado para designar uma infecção gerada por fungos, que sobrevivem em regiões quentes e úmidas. É caracterizada por vermelhidão e coceira que aumentam de acordo com a infecção e desenvolvimento do fungo.

A micose na virilha ou Tinea Cruris, como é conhecida, é um dos tipos mais comuns, principalmente nos homens, e pode chegar até a região perianal.

As causas são muitas: contato com roupas de cama contaminada, compartilhamento de peças íntimas, autocontaminação pela micose dos pés, quando o paciente após mexer nos pés contaminados leva a mão em contato com a virilha.

Embora o contágio seja simples, o organismo só pode ser contaminado quando há baixa imunidade e ambiente propício para proliferação.

A infecção na virilha é bastante comum em homens e atletas, por permanecerem horas com roupa molhada, como no caso dos nadadores, mas pode ser recorrente em pessoas que possuem algumas patologias: hiperidrose, obesidade, diabetes mellitus, portadores de HIV, psoríase e dermatite atópica.

Como identificar e tratar o problema

Não é difícil identificar a micose na virilha. O quadro clínico apresenta as seguintes características:

  • área irritada e vermelha;
  • roupas que incomodam o local afetado;
  • coceira frequente e umidade na região;
  • manchas arredondadas e um pouco esbranquiçadas.

O tratamento pode ser feito com pomadas antifúngicas, vendidas em farmácia sem necessária prescrição médica. Medicamentos à base de corticóides devem ser evitados por mascarar os sintomas e não tratar a causa específica da enfermidade.

Mas há algumas atitudes que também podem ajudar no tratamento, como:

  • evitar coçar o local;
  • lavar sempre as mãos após contato com a região;
  • não compartilhar roupas, lençóis, toalhas ou qualquer outra peça de uso pessoal;
  • banho gelado ajuda a aliviar o ardor e a coceira intensa;
  • manter a região seca após o banho;
  • aplicar talco na área afetada;
  • evitar uso de calças apertadas;
  • trocar a roupa íntima após o banho e dar preferência ao uso de peças claras, pois impedem a proliferação dos fungos, que gostam de ambiente escuro, quente e úmido.

As mulheres devem dar preferência a calcinhas de algodão e evitar materiais sintéticos. Já os homens podem utilizar cuecas largas, tipo samba-canção, pois ajuda na ventilação da região afetada.

É imprescindível ter acompanhamento de um médico para que ele analise e indique o melhor tratamento para cada caso. Pacientes com sistema imunológico baixo precisam procurar atendimento com urgência, a fim de evitar complicações.

Pacientes muitas vezes ficam constrangidos por terem adquirido uma micose e tentam tratar sem apoio médico. Primeiramente, é importante fazer o diagnóstico correto. Com uma simples raspagem da pele e exame ao microscópio podemos confirmar a presença de fungos e excluir outras possíveis doenças e, assim, iniciar o tratamento adequado.

Agora que você entendeu o que é a micose na virilha, quais as causas, tratamento e as recomendações importantes, seu corpo estará mais protegido. Mas lembre-se: é fundamental ter uma boa higiene e cuidados íntimos diários.

Dra. Alice Jaruche Nunes

Dra. Alice Jaruche Nunes

A dermatologista Alice Jaruche Nunes atua na Clínica Alice Jaruche Dermatologia, em São Paulo, SP. Seu contato é (11) 3090-4092 ou pelo site www.alicejaruche.com.br.

Sua formação inclui:

- Formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP);
- Residência médica em Dermatologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP);
- Possui título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia;
- Pós-Graduação em Cirurgia Dermatológica pelo
- Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).
Dra. Alice Jaruche Nunes
By | 2018-02-14T16:14:04+00:00 16/02/2018|Categorias: Sintomas e Cuidados|Tags: , , , , , , |Comentários desativados em Como identificar e tratar micose na virilha?